quarta-feira, 28 de maio de 2014

Culpa de quem?

Acho engraçado ver nas diversas redes sociais críticas às novelas como elas tivessem função educativa e não a de refletir nossa sociedade. Quando aponta uma discrepância com a realidade, tudo bem: hospitais super limpos, equipamentos de primeiro mundo, viagens super rápidas pra qualquer lugar do planeta e praticamente sem custo, moradias que não combinam com o nível de vida, etc, etc, etc...
Mas criticar pq a novela expõe traição, roubo, falta de caráter, sexo fácil, etc é ignorar a realidade.
O mais engraçado é que historicamente as novelas sempre falaram dos mesmos temas, só a temática GLS me parece "nova" ou tratada de forma mais aberta.
Não sou noveleiro, faz anos que não acompanho uma novela mas é impossível não saber o que acontece, mas olho pro passado e me lembro de alguns clássico, desde o "Direito de Nascer", "Irmãos Coragem", "Anjo Mal", "Pecado Capital", "Roque Santeiro", "Bem Amado" e tantas outras, todas tem em destaque desvirtuamento humano, algumas novelas ficaram até famosas por finais onde os vilões se deram bem.
Ou seja, novela nunca teve cunho educativo, o máximo era inspirar nomes de gerações inteiras, pq agora então quer se cobrar que novela seja um exemplo dignificante quando a sociedade não é? Ao invés de olhar pra "janelinha", olhe pra fora, pelas janelas reais.
Então além dos pais não educarem, transferirem para os professores esta função (e olhe lá), agora tb para as novelas?
Estarrecedor, crítica sem nexo.
Bom, mas se não quer ver a realidade humana exposta de maneira crua, e ai incluo o BBB, então migre para o Discovery, Natgeo, History e etc. Mas tb não vai se chocar ao ver grupos de macacos que passam o dia transando com trocas de parceiros sem mesmo respeitar a idade, não vai achar que a TV propaga a violência quando mostra ataques de tubarões, crocodilos, leões e etc, e muito menos achar que não é dignificante pq fala das guerras, das matanças indiscriminadas na África, das doenças, etc.
O que é mais engraçado é que toda arte visual e literária busca refletir a realidade, busca transmitir leituras, práticas, conceitos, ações e reações de pessoas e grupos que podem não representar a maioria, mas existem.
Não tem como negar, basta ficar atento ao noticiário, à vida em geral.
A questão é que faltam exemplos em casa, falta educação vindo de quem tem a obrigação de dar, na ausência de educação toda mente fica de fato suscetível, mas passamos gerações inteiras expostos aos mesmos riscos e sobrevivemos "vacinados" com boa educação.
Adolescentes grávidas e que antes dos 18 já estão no segundo filho, que é uma realidade nacional, é fruto da influência das novelas? O uso de drogas e similares é culpa das novelas? Se for por ai, creio que devamos começar por algumas músicas, estas sim apologia do sexo, da violência e das drogas, ou existe alguém ainda inocente que não tem noção do que se ouve por ai?
Eu até concordo com a baixa qualidade das novelas, dos textos, dos diálogos, até das interpretações, mas quanto aos temas novela é isto mesmo, sempre foi.
O que me choca é a vida real, pq sejam novelas ou BBB, o que se mostra ali são coisas que compõe nossa realidade, eu diria até que a realidade é bem pior, basta ver o Youtube, ler os jornais e ver o que andam fazendo nossos jovens...
Vai me dizer que é culpa das novelas?

Um comentário:

sub helena disse...

Um tema muito reflexivo. De fato as pessoas estão transferindo para os programas de televisão uma função que não lhe é devida: a educação. É claro que os meios de comunicação são formadores de ideias, manipuladores de opiniões e etc, mas a educação, os valores, vêm de casa e estes muitas vezes são reflexos da sociedade em que vivemos. Penso, que os programas de televisão apenas mostram o que já sabemos existir e muitas vezes de forma mais tímida do que a realidade. Também assisto a TV Senado, mas não saio por aí falando que todos os políticos são desonestos e olham para o próprio umbigo, questão de bom senso. Gostei do texto.