sexta-feira, 20 de julho de 2007

Moral da História.


SAPO N’ÁGUA QUENTE
Dizem que se colocar um sapo na água quente ele pula, mas se colocá-lo numa panela com água fria e ascender o fogo ele morre cozido porque não percebe a mudança de temperatura gradual.
(Para aqueles que não percebem o mundo mudando)

CINCO SAPOS NUM TRONCO
Num troco tinham cinco sapos, um decidiu pular. Quantos ficaram? Cinco. Porque aquele que decidiu, só decidiu, não agiu.
(Para aqueles que só tomam a decisão sem agir)

PASSARINHO COM FRIO
Um cavalo caga sobre um passarinho que estava morrendo de frio na neve.
Todo feliz com o calorzinho, o passarinho começa a cantar chamando atenção de um gato que acaba comendo-o.
Moral da história: Nem todo mundo que joga merda é seu inimigo assim como nem todo mundo que o tira da merda é amigo. Generalizar é pecado.

O PATO FAZ DE TUDO
O pato anda, canta, voa, nada, corre, mergulha, faz de tudo, mas faz tudo mal.
Até o produto, o ovo, dizem ser do pato, é um fracasso nas vendas.
(Para os faz tudo)

BRANCA DE NEVE
Todo mundo acha a Branca de Neve linda de morrer. Lógico, em sua volta só tinham anões e bruxa.
(Para aqueles que se cercam de “gente” pequena para se destacar)

PAPAGAIO PREVIDENTE
Papagaio quando levanta um pé apóia o bico, sempre está com dois apoios.
Pode andar, até voar, mas seja previdente.
(Para aqueles que se arriscam sem a devida precaução)

JACARÉ - DIA A DIA
Um engenheiro recém pós-graduado na Holanda foi contratado, por prazo determinado, para drenar as terras que um empresário comprara no pantanal. Depois de uma viagem cansativa, mas entusiasmadíssimo com seu primeiro trabalho entrou na beirada do pântano para instalar o tradicional teodolito. Quase foi comido por um jacaré.
Perdeu o segundo dia indo à cidade comprar uma arma.
Quanto mais matava mais apareciam jacarés. Desenhou, comprou material e instalou armadilhas e nada de acabar com os jacarés.
E assim por diante. Chegou a montar uma holding com diversas empresas especializadas em matar jacarés.
No prazo determinado o dono aparece e pergunta:
- "Como é que é, já drenou o pantanal?"
- "A drenagem ainda não começou, mas venha ver a “traquitana” que inventei para matar jacarés."
(Para aqueles que perdem tempo com o que é desnecessário)

GALO VELHO
O fazendeiro colocou um galinho novo numa granja onde um galo velho reinava harmoniosamente suas 100 galinhas.
O galinho já chegou gritando e expulsando o velho galo do galinheiro.
Por mais que o galo velho tentasse negociar a divisão das galinhas, até mesmo ficar com uma só num cantinho sem nem cantar pela manhã, o galinho, de peito muito estufado não cedia. O galo velho deveria abandonar o galinheiro virando comida de raposa.
O galinho só cedeu à proposta feita pelo galo velho em mantê-lo no galinheiro se este vencesse uma corrida, de ponta a ponta do galinheiro, podendo partir 10 metros na frente, corrida esta que deveria acontecer na manhã seguinte pontualmente às 10 horas.
No dia seguinte as galinhas, para assistirem, fizeram um corredor em toda extensão do imenso galinheiro. O galinho todo convencido gozava o galo velho que se colocou 10 metros à frente do ponto de partida do galinho.
Às 10 horas foi dada a largada, quando o galinho estava quase alcançando o velho galo ouviu-se um estampido, o galinho caiu baleado e o fazendeiro disse:
- "Já é o terceiro galo novo que compro que, em vez de ajudar o galo velho a cobrir as galinhas, sai correndo para comer o galo. Será que não tem mais galo macho?"
Mais uma vez as galinhas fizeram a maior festa para seu querido galo.
(Para aqueles que costumam esquecer o valor da experiência)

AVESTRUZ
O avestruz engole qualquer coisa sem se preocupar com o amanhã (como vai sair).
Acredita que tudo é verdade, age sem ponderar as conseqüências e se estas acontecerem basta esconder a cabeça.
(Para aqueles que são eternos inocentes)

O PORCO E A GALINHA
É muito fácil explicar o que é “comprometimento” basta contar que no projeto “bacon & eggs” o porco deu a vida enquanto a galinha somente o ovo.
(Para aqueles que acham que se comprometem ao máximo)

PAPAGAIO
O mineirinho esqueceu de comprar uma lembrançinha para dar para o compadre que o convidou para jantar. Agoniado com o costume da região acabou levando seu papagaio e dando de presente ao compadre. Algum tempo depois perguntou ao compadre:
- Então cumpadre, que tar o presentinho?
- Cumpadre, prá sê sincero aquel bichinho tinha muita cunversa, muita pena, mais carni qui é bom, nada.
(Para aqueles que acham que estão agradando)

O CORVO E O COELHO
Um corvo está sentado numa grande árvore o dia inteiro sem fazer nada.
Um pequeno coelho vê o corvo e pergunta:
- Eu posso sentar como você e não fazer nada o dia inteiro?
O corvo responde:
- Claro, porque não?
O coelho então, senta-se no chão embaixo da árvore e relaxa.
De repente uma raposa aparece e come o coelho.

MORAL DA HISTÓRIA
Para ficar sentado sem fazer nada, você deve estar sentado bem no alto.

A GAZELA E O LEÃO
Na África todas as manhãs, a mais lenta das gazelas acorda sabendo que deve conseguir correr mais depressa do que o mais rápido dos leões se quiser se manter viva.
E todas as manhãs o mais lento dos leões acorda sabendo que deve correr mais depressa do que a mais rápida das gazelas, se ele não quiser morrer de fome.

MORAL DA HISTÓRIA
Não faz diferença se você é a gazela ou o leão, quando o sol nascer "comece a correr".

FELPUDINHO RÁPIDO X FELPUDÃO SACANA
O coelhinho felpudo estava fazendo suas necessidades matinais e, quando olha para o lado, vê um enorme urso fazendo o mesmo. O urso se vira para ele e diz:
- Ei, coelhinho, você não se incomoda de ficar com seus pêlos sujos de cocô?
O coelhinho respondeu:
- Não, isso é normal.
Então o urso pegou o coelhinho e limpou o rabo com ele.

MORAL DA HISTÓRIA 1:
“Cuidado com as respostas precipitadas... Pense bem antes de responder”.

No outro dia, o leão, ao passar pelo urso diz:
- Aí, hein, seu urso! Com essa pinta de bravo, fortão, bombado, te vi dando o rabo pro coelhinho ontem!

MORAL DA HISTÓRIA 2:
“Você pode até sacanear alguém... mas lembre-se que sempre existe alguém mais filho da puta que você...”

3 comentários:

Psique disse...

Caraca! Estou me matando de rir aqui...
Mas vou aproveitar bem cada moral tirada das historinhas.
Só vc pra me fazer rir tnato a essa hora da noite...

Bjks

lucas disse...

muito legal

atena de Eros disse...

Rindo muito aqui kkkkkkkk
Amei as historinhas e cada moral.
Muito bom! Beijos.