sexta-feira, 30 de julho de 2010

Suavidade.

A vida deve ser vivida com suavidade, sem rompantes ou radicalismos.
Não quer dizer que ao viver suavemente perderá em intensidade, basta ver que a tradução de jiu jitsu é "Arte Suave", nada mais significativo.
Viver suavemente é reconhecer que toda trajetória de vida oferece oportunidades que devem ser encaradas, exigindo tomada de decisão e atitude, e que fugir disto significa enveredar pelo desconhecido, deixando a sorte decidir nosso futuro.
Não existem atalhos, mas é impossível ignorar a força atrativa que eles exercem sobre nós, e é custoso aprender que é melhor o sofrimento imediato de encarar nossos desafios do que o sofrimento contínuo de decisões erradas. Se um por vezes é mais intenso, dura menos e é mais transformador do que o outro, que apesar de ser menos intenso, tende a durar mais minando nossa felicidade.
Escolhas sempre serão difíceis, mas está na suavidade com que lidamos com elas o sucesso, sem radicalismos, sem fugas, sem alternativas de prazer imediato.
Mas sempre dentre as oportunidades que a vida nos dá, ou mesmo fora delas, temos escolhas fáceis, oferecendo conquista e prazer imediato, e é duro ter paciência e persistência para alcançarmos nossos objetivos, ainda mais quando algumas escolhas parecem tão melhores.
Mas vc é capaz de trocar seus objetivos de vida por uma compensação imediata?
Infelizmente é o que fazemos sem nos darmos conta.
É óbvio que não somos facilmente enganados, a manha da vida está em sua capacidade de se camuflar, induzir, sugestionar, tentar.
Como normalmente decisões envolvem outras pessoas, significa que muitas vezes elas ganham a forma de "armadilha", e como tudo se entrelaça, são oportunidades que se cruzam, com objetivos distintos.
E neste cruzamento de oportunidade é que somos testados, é onde provamos nossa força, nosso caráter, nossa integridade, nosso comprometimento, nossa maturidade, etc.
Nem todo mundo é capaz de agir com dignidade quando o que se ganha está acima de nossas expectativas ou parece fácil demais e sem riscos.
No fim, duas ou mais pessoas se dão as mãos para fugirem de suas decisões mais efetivas e necessárias.
O que se enquadra em outro conceito: O que somos e como agimos determina o tipo e a intenção da pessoa que se aproxima de nós.
Percebam que os atalhos são inerentes ao viver, muitas vezes eles estão envolvidos diretamente com as encruzilhadas de nossas vidas, aonde a vida requer uma decisão mais difícil.
Sob pressão, fica muito difícil perceber a armadilha, é mais fácil distorcer a realidade.
Da mesma maneira, o erro não se revela de imediato, eles nos envolve, nos conduz cada vez pra mais longe de nossa trajetória, nos modifica nos tornando cada vez mais suscetível, diminuindo cada vez mais nossa capacidade de "ler" os fatos.
Mas...
Para cada diabinho com maus conselhos, haverá anjinhos oferecendo ajuda.
Se existem atalhos tentadores, Tb existem saídas salvadoras.
É óbvio que desperdiçaremos muitas até nos darmos contas, alguns jamais conseguem escapar, mas se vc conseguiu, lembre-se, a sua trajetória de vida exigirá que vc retome o caminho da suavidade, nada de escolhas radicais, miraculosas, para cada desafio, obstáculo, somente sua firmeza e convicção.
Nem sempre as conquistas surgirão de imediato, mas virão em forma de bagagem, de amadurecimento até vc poder vislumbrar seu sucesso.
Vc já percebeu que algumas das coisas mais lindas que apreciamos é fruto do trabalho paciente de pessoas que acreditam naquilo que fazem?
Tal qual aquelas garrafinhas com desenhos feitos de areia, uma hora sua vida será plena. Mas tente entornar muita areia de uma vez acreditando que dará conta e vc destrói sua arte, depois, precisará trabalhar para recuperar o estrago e só então retomar sua trajetória.
Temos por hábito nos acharmos capazes, mais do que os outros, mais espertos, astutos, audazes.
Mas a vida nunca premia os espertos, premia os que vivem com sabedoria (suavidade).
A suavidade te permite ser audaz, pq te permite enxergar os riscos e se preparar.
A suavidade te permite voar mais alto, pq te permite apreciar o céu antes de voar.
Nenhum salto é longo o bastante sem uma pausa pra se preparar.
Nenhuma força é intensa o bastante sem o tempo certo pra se condicionar.
Não tem nada dito aqui que seja novo, são coisas ditas de N maneiras no decorrer de nossas vidas, mas nem sempre ouvidas ou seguidas.
Mas é bom ter em mente, renovar os conceitos, ainda mais quando a vida requerer uma retomada.
Retome sua trajetória, acreditando nela, sendo paciente, acreditando em vc, aproveitando a bagagem acumulada, evitando atalhos, precipitações, radicalismos. Vc constrói sua vida e, na maioria das vezes, é um processo extremamente exigente.
Jamais deixe de lado quem vc é, suas virtudes, elas farão a diferença.
Sua trajetória é esta, não acredite em radicalismos, acredite nas oportunidades e em decisões bem tomadas, acredite em sua força e capacidade para tomá-las, pq a vida vem te preparando pra isto.
Acredite nas pessoas que sempre estiveram ao seu lado, que te respeitaram, que demonstram com atitudes o quanto gostam de vc.
Acredite que não existe sofrimento eterno, acredite no perdão, acredite em recomeço, acredite em VOCÊ.

Um comentário:

Amanda disse...

D Eros:

A Palavra suavidade significa paz e tranquilidade no meu ver.
Fulana é tranquila é suave e transmite paz.
Muitas pessoas tem sim sua suavidade e essência natural.
Mas a Vida muitas das vezes não é nada suave.
Mas concordo quando o Sr cita que devemos renovar nossos conceitos.
Hoje eu Amanda estou vivendo um recomeço de tragetória em um determinado assunto na minha vida.
E Sendo essa tragetória suave ou não.,vou encara-la de uma maneira bem suave para que eu possa ter bons frutos dessa nova tragetória na minha vida.Como o Sr cita: Não existe sofrimento eterno.,acredito que um dia serei perdoada.,eu acredito no meu recomeço. Eu acredito em mim.,no meu potencial.
E Ningúem vai decidir nada por mim.
Eu tenho ás rédeas da minha vida.

De grande inteligencia seu post.

Sds.
Amanda.